Portugal é o país que melhor executa os fundos estruturais

2012-09-29

Portugal, no grupo dos nove Estados-membro (EM) com maior dotação global, é o país que regista o melhor desempenho na absorção de fundos comunitários do QREN [Fundo Social Europeu (FSE), Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e Fundo de Coesão (FC)], tendo já executado 42,9% da dotação total programada para o período 2007-2013, transferida pela Comissão Europeia (CE) a título de pagamentos intermédios, tendo ultrapassado a Alemanha (39,8%).

Os dados reportados a 1 de agosto pela Direção-Geral do Orçamento da Comissão Europeia (DG Budget), relativos aos pagamentos intermédios, registam um aumento significativo dos pagamentos executados pela CE a Portugal, face a 1 de julho, que recebeu mais 807 M€ no último mês, montante apenas superado pela Polónia (+2.414 M€).

Do montante transferido para Portugal em julho (+807 M€), 329 M€ dizem respeito ao FSE e 477,5 M€ ao FEDER e FC, aumento que representa em percentagem de programação um acréscimo de 4,8 p.p. no FSE e de 3,3 p.p. no FEDER e FC.

Em termos relativos, no grupo dos nove EM que têm maior dotação global, Portugal ocupa igualmente o primeiro lugar na dotação de FSE executada, 55,6%, muito acima da média europeia de 35,8%, tendo ainda subido uma posição no FEDER e FC, registando uma execução de 36,9%,superando a Espanha (33,9%), situando-se assim na quarta posição.

Em termos absolutos, do montante de 108.496,7 M€ de reembolsos de pedidos de pagamentos efetuados pela CE ao conjunto dos EM, 9.178,1 M€ destinaram-se a Portugal (8,5% do total), sendo 3.803,8 M€ de FSE e 5.374,3 M€ de FEDER e FC. Portugal continua, assim, no grupo dos quatro países com maiores volumes de transferências totais da CE a título de pagamentos intermédios.

 

http://www.qren.pt/news_detail.php?lang=0&id_channel=2&id_page=70&id=728

 


Formulário de contacto







escreva os numeros
por favor insira os números que vê na imagem *


enviar